segunda-feira, 1 de abril de 2013

E tu és a unica certeza que tenho neste momento, o unico pilar inabalável do meu pequeno mundo instável e inconstante, e o amor que sinto por ti é tudo aquilo que me prende a este mundo dito real quando nada parece para mim fazer sentido.
Tenho medo sabes? Tenho medo que ao perceberes isto te assustes. Não vou ser consumido pelo meu amor. Não estou dependente de ti mais do que tou de qualquer outra coisa na minha vida. Mas no entanto os momentos que passo longe de ti parecem-me longos e penosos, as noites frias da tua ausencia custam a passar. Não sei como te mostrar sem ser assim, a unica forma que ainda tenho de passar algo cá de dentro para esse mundo onde todos vós existem, a minha derradeira forma de escape a tudo o que considero monotono e restritivo.
Gostava de conseguir falar contigo, poder contar-te tudo o que sinto, mas o mero pensamento do teu maravilhoso sorriso a desaparecer se percebesses tudo o que se passa cá dentro previne-me de sequer formular a primeira palavra.
Isolei-me. Cortei as relações com o mundo há muitos anos. Deixei de existir nele e para ele. Reparaste hoje meu amor? Tive realmente dificuldade em me manter atento, em não me deixar divagar para os recantos da minha mente e do meu mundo pessoal. Ah se eu pudesse...
Gostava de te entregar uma chave deste mundo como te entreguei a chave de minha casa, convidar-te a entrar e ver por ti o que se passa quando não estás, quando estás, sempre... Mas não posso. Não é tão simples como eu gostaria, e há demasiado tempo que não sei o que é esforçar-me por algo, até agora. Não sei onde restam algumas forças no meu ser, mas de onde quer que elas venham, serão usadas para a tua felicidade, para a nossa, pois ao ver-te feliz estarei feliz, independentemente dos estados de espirito em que possa estar, de tudo o que possa querer fazer ao resto do mundo, sei que enquanto me quiseres aqui ao teu lado, aqui estarei, e sei que consigo resistir a tudo enquanto assim for. Estou preparado amor. Sei que não parece... mas estou.
Não sei como te mostrar tudo. Mas sei que encontrarei uma forma.
Amo-te. Hoje, sempre, para sempre.

2 comentários:

Ju disse...

Ela iria adorar ouvir essas palavras ditas por ti ..e ver o teu olhar sincero. (Quem não gostava?)

Adorei :) **

SuziSusana disse...

i found your post the other day and thought it was the most real and intresting thing i've read in a while. ... then i read this and had to bookmark you.
This letter was amazing, i shared it with my friends... and i wondered who it was that inspired such a letter...

amazing. truly amazing.

~susana